Translator

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

domingo, 4 de setembro de 2022

ASWAD-''Hulet''-1979

 














------------------------------------------------------------------------

Descanse em paz Drummie Zeb.Aswad-Hulet-1979-Este é o meu álbum favorito do Aswad de todos os tempos, pois eles levaram o reggae britânico a uma dimensão diferente, com uma influência do tipo jazz, provando que músicos talentosos e versáteis eles são.Trabalho parecido com seu álbum de estréia, mas com um sabor muito diferente..... Este é o único álbum que eles já produziram desse tipo, pois foi feito com os membros originais da banda antes que a formação mudasse após o lançamento deste álbum.Se você não está familiarizado com seus trabalhos anteriores antes de seu sucesso comercial, você realmente deveria dar uma olhada nisso .... Este é o álbum perfeito de meditação relaxante combinado com letras militantes expressando suas experiências e capturando as vibes da época e é definitivamente um dos mais populares e criativos álbund do Aswad álbuns criativos até hoje, o que faz com que este álbum fique sozinho em comparação com o resto de sua história musical ..... Um álbum de raízes de reggae realmente único e fácil de ouvir, um que você deve ter para sua coleção..Notável pensar que isso agora tem mais de 40 anos - não soa datado e muitos comentários sociais nas letras ainda são relevantes. Um dos melhores álbuns de reggae produzidos e audíveis que conheço...Destaque para '' Behold'', ''Not Guilty'',''Sons of Criminals'',''Corruption'',''Judgement Day'' e ''Playing Games''..


-----------------------

https://www.amazon.com/Hulet-Aswad/dp/B000003QK4

A1Behold7:05
A2Sons Of Criminals5:28
A3Judgement Day4:05
A4Not Guilty5:51
B1Can't Walk The Streets4:53
B2Corruption4:57
B3Playing Games3:42
B4Hulet5:37

Companies, etc.

segunda-feira, 1 de agosto de 2022

ALPHA BLONDY-''Eternity''-2022

 














----------------------------------------------------------------

Com mais de 20 álbuns em seu nome, o cantor e compositor marfinense Alpha Blondy consolidou seu lugar como a personificação do reggae africano, cujas músicas multilíngues promovem a moralidade, a paz e a consciência social. Seu álbum de 2022 'Eternity' (disponível em DOUBLE-CD),com 18 músicas no total, continua em sua tradição de apresentar a verdade na narrativa e refletir as experiências vividas.

Temas:Algumas das músicas do novo álbum inclue :Eternity (Le Chant Du Pèlerin),Jamming In Ouagadougou,Have You Ever Seen The Rain,Sunshine In Rwanda,Elections Présidentielles,Layiri (Le Serment),Pompier Pyromane,Les Immigrés,Africa Rebel,Anga Terra...


--------------------------

https://www.discogs.com/master/2689685-Alpha-Blondy-Eternity

https://www.clear-spot.nl/item/522109/alpha_blondy_eternity_2cd.html

-----------------------------

TRACKLIST

Eternity (Le Chant Du Pèlerin)
Love Power
Koun Faya Koun
Layiri (Le Serment)
Jamming In Ouagadougou
Have You Ever Seen The Rain
Pompier Pyromane
Petit Palabre
Grand Bassam
Excision (Female Genital Mutilation)
Africa Rebel
Anga Terra
Sunshine In Rwanda
Les Immigrés
Ambe Gnongon Nan
Elections Présidentielles
New Bahia
Epistémicide

terça-feira, 26 de julho de 2022

CLINTON FEARON-''Breaking News''-2022




 










------------------------------------------------------------------------------

Quem não desistiu de acompanhar as notícias, ou pirou com algumas delas durante a pandemia que atire a primeira pedra. Ou, como fez um dos maiores nomes do reggae internacional, Clinton Fearon, atire música! O artista jamaicano preparou durante o período de isolamento seu 13º álbum, “Breaking News” com o objetivo de jogar para o mundo um pouco de bom senso e compaixão. O projeto já está disponível em todos os aplicativos de música e representa a cura para Clinton Fearon, cuja vida mudou completamente durante a pandemia, assim como a de toda a comunidade de músicos e artistas.  Durante o momento de reclusão povocado pela pandemia, o cantor permaneceu em casa em Seattle, vivendo a crise com sua esposa, e, juntos,realizaram diversas lives para se manterem conectados com o mundo exterior. Esses momentos foram luzes brilhantes durante o período para manter a inspiração de Clinton positiva. Por outro lado, as constantes más notícias vindas de todos os meios de comunicação também o impactaram, foi quando o compositor sentiu vontade de reagir, apresentando ao mundo suas letras que como disse seu amigo de longa data, Manjul são “bálsamo para ouvidos, mente, alma e corpo”.  Por conta da pandemia, a produção do projeto também foi realizada de forma incomum. Acostumado a gravar uma faixa guia para cada música nos primeiros dias de estúdio, com apenas sua voz e seu violão capturados de uma só vez, e só então gravar faixa a faixa com os músicos de sua banda em Seattle, Clinton Fearon precisou gravar uma demo adequada com a maioria dos instrumentos em arquivo– exceto bateria e teclado–, todos executadas por ele mesmo, com o engenheiro de som Pete Remin, no Dubtrain Studio, em seu bairro. A demo foi enviada aos músicos na França para praticar e, alguns meses depois, o artista voou para Bordeaux para gravá-las em conjunto, com o apoio do engenheiro de som Damien‘Bobby’ Coutrot no Baco Studio.  Os músicos da banda The Riddim Source, os grandes Xavier ‘Kubix‘ Bègue (guitarra), Julien ‘Manjul‘ Souletie (vocal e percussão), Simon ‘Saymon‘ Coutant (bateria), Thomas ‘Mato’ Cirade (baixo) e MuctaruWurie (teclados), foram os responsáveis pela interpretação impecável das canções. Pelas próprias palavras de Clinton: o melhor conjunto de músicos com quem ele já tocou.  “Breaking News” é o 13º álbum completo de Clinton Fearon em seu próprio nome, e o primeiro não totalmente produzido por ele mesmo. Após três anos de parceria de sucesso, Boogie Brown Productions(Clinton Fearon e sua esposa Catherine) e Baco Music decidiram co-produzir este magnífico álbum, lançado pela Kool Yu Foot e Baco Records em junho.  No Brasil, Clinton Fearon é um artista muito reverenciado e já se apresentou em grandes festivais e eventos por cidades como Salvador, Belém, São Paulo, Porto Alegre, São Luís, Brasília e Fortaleza. Uma das curiosidades é sua semelhança física com o mestre do samba Martinho da Vila, fato sempre citado pelos fãs e que causa risos e satisfação ao jamaicano. Clinton é também conhecido por ter sido um dos fundadores do “The Gladiators”, icônico grupo do reggae jamaicano da década de 70 e que já excursionou por seis continentes. Além dos treze álbuns solo, Clinton possui mais de 25 sucessos ao lado do The Gladiators, faixas essas que são sempre muito pedidas nos seus shows. O jamaicano agora se prepara para uma mega turnê na Europa e espera lançar o seu novo álbum no Brasil em breve...

-------------------------------------

https://sucessopop.com.br/clinton-fearon-um-dos-maiores-nomes-do-reggae-mundial-lanca-o-album-breaking-news/

--------------------------

https://www.discogs.com/release/23262479-Clinton-Fearon-Breaking-News


------------------------------------------------

TRACKLIST

A1Breaking News4:15
A2Don't Dump It3:19
A3Social Unrest4:27
A4New Chapter5:08
A5Have Some Fun3:46
B1Sweet Morning Sun4:11
B2Brace Yourself3:35
B3I Wanna Dance3:46
B4Trod On4:04
B5I Am Thankful2:46


domingo, 10 de julho de 2022

JOSEPH ''BLUE'' GRANT And STILL COOL BAND-''Direct Flight''-2022

 













----------------------------------------------------------------

JOSEPH ''BLUE'' GRANT And STILL COOL-''Direct Flight''-2022  


Joseph 'Blue' Grant, também conhecido como 'Still Cool“, cantor, compositor, produtor e músico, nasceu na Jamaica e é conhecido como um dos artistas mais talentosos da ilha. Joseph ''Blue'' Grant' está no negócio da música reggae desde o início dos anos setenta e enquanto trabalhava na Jamaica dividiu o palco com veteranos como Burning Spear, Dennis Brown, Bob Marley, Judy Mowatt dos I-Threes (backing vocals de Bob Marley) , Sophia George, Tiger, Brigadier Jerry, Freddy McGregor, Sugar Minott, Cornell Campbell, Tony Rebel, Eddie Fitzroy e muitos outros artistas de reggae.  Joseph Blue também dá crédito por trabalhar com alguns dos melhores músicos da Jamaica, como Pablo Black e Jah Privy (Studio One), Earl „Bagga“ Walker, Earl „China“ Smith, Tyrone Downie, Robbie Shakespeare, Noel ''Sowel'' Bailey, Junior Dan , etc etc .. Joseph Blue fundou o nome e o popular grupo de reggae Still Cool nos anos setenta. Os membros dos grupos ao lado dele eram Louie Campbell, Steven Hylton, Frank Dimond. Este grupo de reggae jamaicano agraciou o palco de muitos shows promovidos pela organização e banda Twelve Tribes of Israel, criando o hino dos rastafaris e pobres de todo o mundo com o hit número um "To Be Poor Is A Crime" (1981), escrito por Joseph Blue Grant Esta música foi regravada por Freddie McGregor e novamente foi um hit número um em (1992) e foi premiada como a música reggae número dois do ano de 1992 na Grã-Bretanha,quando o grupo tirou uma folga da cena musical Joseph“Blue“Grant migrou para a Europa, mas enquanto trabalhava na Europa ele manteve viva a vibe Still Cool ao se referir à sua banda de apoio que consiste em músicos da Jamaica, Alemanha..O álbum Joseph "Blue" Grant, Still Cool Band – ''Direct Flight''-é o seu último trabalho,lançado agora em 2022,e trouxe temas como :Direct Flight ,Mankind,There's A Light Show Must Go On ,You Give Me Joy,I Woke Up With You / On My Mind,30 Thousand ,Oh Ithiopia Can't Fool Me Again,Ska Sunder,Sweet Cherries e Electronic World...

---------------------------

TRACKLIST

A1Direct Flight
A2Mankind
A3There's A Light
A4Show Must Go On
A5You Give Me Joy
A6I Woke Up With You / On My Mind
B130 Thousand
B2Oh Ithiopia
B3Can't Fool Me Again
B4Ska Sunder
B5Sweet Cherries
B6Electronic World

https://josephgrant.de/biography/

--------------------------------

sábado, 4 de junho de 2022

THE IN CROWD-''His Majesty Is Coming''-1978

 














-----------------------------------------------------------------------------------------------

No final dos anos 1970 um som reggae que incorporava letras conscientes, ritmos otimistas e uma grande energia manifestada como The In-Crowd. No recente lançamento do disco duplo Trojan "His Majesty is Coming", um álbum clássico de reggae, composto por músicas de 1977-1981, tanto musicalmente profundas quanto amplas, renasceu. Os muitos níveis de escrita são uma parte importante de um espectro que faz você dançar em um momento e em outro elogiar Jah por coisas simples como ter um emprego ou estar em uma festa. Apenas um pouco de reggae o tempo todo, você não sabe?  O álbum é uma obra-prima de Fil Callender,quem infelizmente nos deixou recentemente,e que começou sua carreira tocando bateria no Studio One, além de organizar uma banda de músicos para tocar nos bares turísticos da costa ensolarada da Jamaica. Sua história é paralela ao enredo do clássico filme de reggae "Rockers", e tal ironia não deve ser perdida em sua saída do Studio One; depois de chegar atrasado um dia ao estúdio, ele descobriu que havia sido substituído por Leroy "Horesemouth" Wallace, que de fato havia interpretado o personagem principal do filme...Após sua saída do Studio One, o que se desenrolou foi uma breve carreira pautada pelo profissionalismo e talento. Outros diamantes em bruto encontraram um papel importante como parte do The In-Crowd, e os homens que se juntaram para ser The In-Crowd foram: Fil Callender (guitarra, vocal, percussão), Errol Walker (vocal), Clevie Browne (bateria, vocais), Tony Lewis (baixo, vocais), Freddie Butler (teclados), Wigmore Francis (guitarra) e uma seção de metais com Egbert Evans (saxofone tenor, saxofone alto, flauta) e Barry Bailey ( trombone). A extensa lista de instrumentos ajuda a explicar o mosaico da música, já que a variedade e qualidade dos vocais é fenomenal. Parece um quebra-cabeça onde todas as peças se encaixam perfeitamente. À medida que sua popularidade crescia, eles perceberam em 1976 com o lançamento "Born in Ethiopia"  A banda se aperfeiçoou constantemente tocando e quando o verão de 1978 chegou, eles tiveram um tremendo sucesso com "We Play Reggae". Imediatamente depois disso, eles tiveram um sucesso ainda maior com "Back a Yard", uma música que se alegra ao voltar para casa na Jamaica para fumar um collie e celebrar o amor e a vida. Essas músicas e um punhado de outras foram lançadas em seu próprio selo Evolution. Era hora de eles gravarem seu primeiro álbum, "His Majesty is Coming" (Creole/Cactus, UK)  Essas músicas não apenas dominaram a Jamaica, mas também chegaram ao Reino Unido, onde foram tocadas em "festas de blues" a noite toda. Você tem essa sensação com a música "Let's Go To the Party", especialmente com a conversa animada que leva a alguns ótimos riffs de baixo. Quanto mais perto você ouvir este conjunto de 2 discos, melhor soará. Se você está esperando por trompas melódicas, uma guitarra que faz você bater os pés ou um baixo para dar corda na cintura, você encontrará aqui. As canções de balanço, mas instigantes, também incorporam alguns efeitos especiais de última geração. O teclado torce e soa como se fosse um efeito de estúdio de Snoop Dogg, como em "You Facey Whitey" e "Marcus Garvey's Back in Town".  Este conjunto de dois CDs não só tem o álbum "His Majesty is Coming", mas uma abundância de material bônus de quatro estrelas. Jah Stitch é destaque em "Baby My Love", além de quatro mixagens de 12", músicas estendidas e praticamente todos os lançamentos do The In Crowd (há 31 faixas neste conjunto). Quando você combina uma cultura de retidão, talento e perspicácia enquanto a coloca em um misturador musical com raízes, ritmo, funk, psicodelia e disco, você obtém The In-Crowd e seus sons de reggae "esfregados".  Avaliado por Jon Shaw para ReggaeMovement.com

-----------------------

https://www.amazon.com/His-Majesty-Coming-Reggae-Crowd/dp/B004NPHU6A

---------------------

TRACKLIST


A1His Majesty Is Coming3:17
A2Beg You A Two Cent3:50
A3More Employment4:25
A4Back A Yard5:25
A5Lets Go To The Party1:49
A6We Play Reggae3:40
B1A Little Bit Of Reggae4:02
B2Slave Ship3:40
B3You Facety Whitey3:34
B4Born In Ethiopia3:20
B5Power Of The Spirit5:40

Companies, etc.

  • Recorded At – Dynamic Sounds Studios
  • Recorded At – Joe Gibbs Studio
  • Recorded At – Channel One Recording Studio
  • Mixed At – Dynamic Sounds Studios

  • Artwork [Cover Illustration] – Trevor Campbell 
  • Artwork [Sleeve Concept] – Fil Callender
  • Bass, Vocals – Tony Lewis 
  • Drums – Mikey 'Boo' Richards*
  • Drums, Lead Vocals, Percussion – Cleveland Browne*
  • Engineer – Barry BiggsErnest Hoo Kim*Errol T.*Geoffrey ChungJerome Francique*Joe Hoo Kim*Philip Zaidie*
  • Guitar – Raymond FidlerWigmore Francis
  • Keyboards – Franklyn Waul*Freddie ButlerGeoffrey ChungRichard Johnson 
  • Keyboards, Guitar, Vocals – Mickey Chung*
  • Keyboards, Vocals – Robert Lyn*
  • Lead Vocals – Errol Walker
  • Lead Vocals, Guitar, Percussion, Producer, Arranged By – Fil Callendar
  • Percussion – Jerome Francique*
  • Percussion, Vocals – Orville Wood
  • Saxophone [Alto] – Llewellyn Chang
  • Saxophone [Tenor, Alto], Flute – Egbert Evans
  • Trombone, Vocals – Barry Bailey
  • Trumpet – Leighton Johnson
  • Vocals – Sonny Wong
  • Written-By – Fil Callendar (tracks: A1, A2, A4 to B5)
  • Written-By, Arranged By – Errol Walker (tracks: A3)

sexta-feira, 27 de maio de 2022

THE MIGHTY DIAMONDS-''Reggae Street''-1981














------------------------------------------------------------------------------------------------


 Formado em 1969 na área de Trenchtown de Kingston, o grupo compreendia o vocalista Donald "Tabby" Shaw e os vocalistas de harmonia Fitzroy "Bunny" Simpson e Lloyd "Judge" Ferguson( dois membros,Tabby e Bunny infelizmente falecidos esse ano,2022) .Eles se tornaram amigos na escola em meados da década de 1960, e foram originalmente chamados de The Limelight, adotando 'Mighty Diamonds' depois que a mãe de Shaw começou a se referir a eles como The Diamonds ("os diamantes"). Suas harmonias suaves e show de palco coreografado foram inspirados por grupos vocais da Motown da década de 1960, com Shaw listando The Temptations, The Stylistics, The Impressions e The Delfonics como influências, bem como artistas de rocksteady jamaicanos como John Holt e Ken Boothe.O álbum ''Reggae Steet'' dos Mighty Diamonds foi gravado em 1981 ,e saiu pelo selo Shanachie..O trio contou no disco com a nata dos músicos de reggae,como Sly Dunbar na bateria,Robbie Shakespeare e Lloyd Parks no baixo,Earl ''Chinna'' Smith na guitarra solo,Winston ''Bo Pee'' Bowen na guitarra rítmica,Winston Wright e Gladstone Anderson nos teclados,Skully e Sky Juice na percussão,Nambo no trombone,Junior Chico Chin no trumpete,entre outros..Destaques :O tema ''Reggae Street'',''Shabby Rabby'',''Forbbiden Fruit'',''Atlas'',''Survival'',''Unseen Eyes'',''Illiteracy''..

----------------------

TRACKLIST

A1Reggae Street
A2Shabby Raggy
A3Illiteracy
A4Hunting Ground
A5Stay Far
B1King Kong
B2Atlas
B3Survival
B4Forbidden Fruit
B5Unseen Eyes

terça-feira, 3 de maio de 2022

THE MIGHTY DIAMONDS-''The Roots Is There''-1982














------------------------------------------------------------------------------------

 ''The Roots Is There'' é um álbum de 1982 do Trio The Mighty Diamonds,que infelizmente recentemente perdeu 2 de seus membros originais:Tabby Diamond,assassinado,e Bunny Diamonmd,que faleceu 3 dias depois,de complicação por diabetes.Esse disco contou com músicos seminais como Sly Dunbar e Style Scott na bateria,Robbie Shakespeare no baixo,Willie Lindo na guitarra,Alvin Haughton na percussão,Franklyn ''Bubbler'' Waul no órgão,Robbie Lyn no piano,Harold Butler no sintetizador e Dean Frazer, Chico Chin e Nambo Robinson nos metais.Destaque para o tema ''''The Roots Is There'',a versão de ''Ebony And Ivory'',de Paul McCartney,''Pretty Woman'',Juvenille Child'',''Heads of The Government'',''The Poor Man's Prayer'',''Declaration Of Rights''...

Gravado no Channel One Studios. Mixado no Tough Gong Studios. Dublado no Harry J. Studios. Master Lacquer por Gladys Hopkowitz, Sound Technique, Nova York. Fotos por Walsh Studio, Kingston, Jamaica.Agradecimentos especiais a Norman "Bachelor" Wilson e a todas as meninas que entendem que o trabalho deve vir em primeiro lugar.Gravado no – Estúdio de Gravação do Channel One.Gravado no – Estúdio de Gravação de Harry J.Mixado em – Estúdio de Gravação Tuff Gong.Masterizado em –Sound Technique.Corte em laca – Sound Technique.Fabricado por - Music Works Records and Tapes.Distribuído por – Music Works Records and Tapes

--------------------------------------------

TRACKLIST

A1Everybody Has An Accent
A2Declaration Of Rights
A3Pretty Woman
A4The Poor Man's Prayer
A5Heads Of Government
B1The Roots Is There
B2Juvenile Child
B3Ebony And Ivory
Vocals –Dean Frazer
B4Part-Time Love
B5The Breadwinner


quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

SLY & ROBBIE-''Taxi Fare''-1986

 











------------------------------------------------------------------------------

Sly and Robbie,(Robbie Shakespeare,infelizmente falecido em 8 de dezembro de 2021), os "Rhythm Twins", formaram a espinha dorsal da maioria da música reggae produzida na última década. Juntos, eles mudaram a direção da música popular jamaicana mais de uma vez nesse período; é raro que dois indivíduos tenham um efeito tão abrangente em uma forma musical Embora tenham se ramificado na produção de rock e funk, eles ainda permanecem a essência das tendências populares de hoje no reggae depois de dez anos trabalhando juntos. Eles ainda marcam o ritmo da música jamaicana, talvez mais agora que são capazes de trazer influências externas para a música, tornando-a mais diversificada e aumentando seu potencial internacional. Sly e Robbie estão longe de suas origens no gueto, mas nunca deixaram o nível de rua de sua música.Eles tocaram e gravaram com artistas como Bob Dylan, Grace Jones, Mike Jagger, Joan Armatrading, Herbie Hancock, Joe Cocker, Gwen Guthrie e Carly Simon. Nenhum deles nunca se limitou a ouvir apenas reggae. Robbie cresceu curtindo rock, country e western também. Bem versados ​​em muitos tipos de música, eles se encaixam facilmente em qualquer tipo de sessão e têm uma demanda cada vez maior. Seu principal objetivo, por meio disso, continua sendo uma maior exposição para a música reggae. Em sua própria forma de tocar, eles emprestam muito do funk e do rock. Sly acompanha todos os desenvolvimentos mais recentes em tecnologia de percussão; eles criam sua própria marca de música, um reggae inquestionavelmente ainda de raízes, mas com um sabor internacional que o torna ao mesmo tempo mais acessível, mas ainda cheio de mordida e alma. Com seu trabalho de sessão, em turnê com Black Uhuru por anos trabalhando com produtores e artistas estrangeiros nos Estados Unidos e em outros lugares, produzindo para sua gravadora Taxi, Sly and Robbie vivem uma vida totalmente dedicada à música.Robbie começou sua carreira musical como protegido de Aston "Familyman" Barrett, o baixista que com os irmãos Carlton na bateria, formou o núcleo dos Upsetters originais de Lee Perry e, mais tarde, dos Wailers originais. No início, ele imitou Familyman; ele ficou tão bom que nem mesmo Familyman conseguia distingui-los. Quando Robbie tocou nas faixas "Catch A Fire" e "Concrete Jungle" do The Wailers, as pessoas insistiram que era Familyman no baixo. A primeira sessão de Robbie foi em "You'll Never Know", de Errol Dunkley. Sly foi pela primeira vez ao estúdio para trabalhar com Ansel Collins em 1969 em seu grande sucesso "Double Barrel". Foi Sly o primeiro dono da marca Taxi em 1974.Os dois se conheceram no início dos anos 70 quando tocavam para diferentes bandas do outro lado da rua. Durante os intervalos, cada um perambulava pela estrada para admirar o trabalho do outro. Ainda assim, eles nunca tocaram em uma sessão juntos até 1974, quando se encontraram ambos no Channel One, onde Sly era então regularmente empregado para gravar ritmos para Bunny Lee. Em pouco tempo, Sly and Robbie se tornaram a espinha dorsal musical do Channel One, criando o que ficou conhecido como Channel One Sound. Apesar de estarem juntos há algum tempo, junto com muitos outros músicos em vários momentos, como The Aggrovators (tocando principalmente para Bunny Lee), foi como The Revolutionaries que eles são mais conhecidos. As faixas rítmicas que eles lançaram no Channel One com esse nome tornaram-se tão clássicas quanto as faixas originais do Studio One que eles frequentemente atualizavam. O som de The Revolutionaries tornou-se característico de um certo período e de uma certa filosofia - pode-se dizer - do reggae (como o som dos roqueiros, a batida militante). Os instrumentais tinham títulos como MPLA, IRA, Death, Kissinger, Angola - significando o sentimento revolucionário por trás da música e da consciência política daquele período.Durante esse tempo, Sly and Robbie também passaram muito tempo na estrada, primeiro com Jimmy Cliff e com os Mighty Diamonds, viajando pela Inglaterra e pela Europa, pela África, pelo Caribe e também pela América do Norte. Robbie se lembra de viver de pão e água, economizando todo o dinheiro extra para investir na criação de sua própria gravadora quando retornaram à Jamaica.Em 1978 eles realizaram seu sonho de ter sua própria gravadora e reviveram a gravadora Sly's Taxi. Um dos primeiros artistas a aparecer foi Michael Rose, mais tarde vocalista do Black Uhuru. O primeiro LP produzido por Sly and Robbie foi o álbum Black Uhuru's Showcase (mais tarde reembalado pela Heartbeat como Guess Who's Coming to Dinner, HB-18). Quando Black Uhuru se mudou para Island, Sly and Robbie produziram uma série de bons álbuns e mais uma vez excursionaram pelo mundo. Taxi tem sido uma empresa de muito sucesso, com lançamentos de Gregory Isaacs, Dennis Brown, Jimmy Riley, Yellowman, Sugar Minott e muitos outros nomes importantes do reggae. Sly and Robbie também são conhecidos por seus lançamentos instrumentais. Em uma época em que a maioria dos álbuns sem vocais são lançados como álbuns dub (álbuns cortados para serem álbuns vocais, mas com os vocais removidos), Sly and Robbie lançaram álbuns instrumentais mostrando seus talentos.Reconhecidos em todos os lugares como os embaixadores oficiais do reggae, eles levaram a música a lugares que o reggae nunca havia alcançado antes e abriram muitos novos ouvidos ao som. Onde quer que viajem, trazem música reggae e sempre que voltam à Jamaica, têm algo novo para trazer à música...Particioparam deste álbum nomes seminais do reggae,cantores como Sugar Minott,Dennis Brown,Junior Delgado,Jimmy Riley,Carlton Livingston e o trio vocal The Tamlins..

-------------------------------

https://www.discogs.com/release/921918-Sly-Robbie-Taxi-Fare

- Beth Lesser

Reggae Quaterly



Tracklist

A1Triplet4:07
A2Devil Pickney
Vocals – Sugar Minott
3:38
A3Rock Music
Vocals  – Struggle
4:07
A4Pure & True
Vocals  – Jimmy Riley
5:40
A5VLA Music4:27
A6Fort Augustus
Vocals – Junior Delgado
4:41
B1Sitting and Watching
Vocals  – Dennis Brown
4:11
B2Baltimore
Vocals – The Tamlins
4:32
B3Taxi Connection4:57
B4Bang Bang
Vocals  – Jimmy Riley
3:39
B5Red Hot3:44
B6Those Tricks
Vocals  – Carlton Livingston
3:31
B7Unmetered Taxi2:58